My Image
My Image

CONTATO

Microagulhamento

My Image

Como funciona

O mecanismo de ação se dá de forma que quando a agulha é penetrada na pele, causa uma lesão controlada, e como toda lesão, existe a fabricação de "ingredientes" para a formação de um novo tecido.

Inicialmente, com a passagem do rolo, acontece a perda da integridade da barreira cutânea sendo o alvo a dissociação dos queratinócitos que resulta na liberação de citocinas, entre elas a interleucina -1ª que predomina, resultando em vasodilatação dérmica e a migração de queratinócitos para o reestabelecimento do dano na epiderme .

Logo acontece o processo de cicatrização que divide-se em três partes; a primeira a injúria que é a liberação de plaquetas e neutrófilos que são responsáveis pela liberação de fatores de crescimento.

Na segunda fase da cicatrização, quando os neutrófilos são substituídos por monócitos, e ocorrem angiogênese, epitelização e proliferação de fibroblastos, seguidas da produção de colágeno tipo III, elastina, proteoglinas e glicosaminoglicanos. No mesmo momento, o fator de crescimento dos fibroblastos, o TGF-a o TGF-ß são secretados pelos monócitos. Cinco dias depois do procedimento, aproximadamente, a matriz de fibronectina está formada, possibilitando o depósito de colágeno logo abaixo da camada basal da epiderme.

Na terceira fase, a maturação, o colágeno tipo III começa a ser substituído por colágeno tipo I que é um colágeno com mais qualidade.

Procedimento

A técnica ainda é pouco utilizada, não pelos seus resultados, mas sim por se tornar um procedimento um pouco caro, pois o rolo é descartado logo após a sua utilização. O rolo com as agulhas não pode ser auto-clavado e qualquer outro procedimento de assepsia não remove todas as impurezas..

No rosto pode-se utilizar a agulha de 0,25mm até 1,5mm e para o corpo de 1,0 mm até 3,0mm, dependendo da espessura da pele de cada cliente, sendo que acima de 1,0mm é necessário o uso de anestésico tópico, pois a dor pode ser intensa.

As sessões devem ter um intervalo de no mínimo 21 dias, que é o tempo que a pele precisa para regenerar-se por completo.

Indicações

Indicado para pessoas com flacidez tissular, rugas, cicatrizes atróficas, cicatrizes de acne, estrias, linhas de expressão bem como pode ser usado em fototipos altos.

Contraindicações

Esta técnica está contra indicada nos casos de cicatrizes com quelóide, doença vascular, distúrbio hemorrágico, diabetes, uso de anticoagulantes, câncer de pele, alergia ao metal, ceratose solar, verrugas, infecção cutânea, pele sensível, gravidez, acne, herpes ativa, rosácea ativa, pele queimada do sol, uso de Roacutan inferior a 6 meses (a pele está fina e reativa).

Resultados

Os resultados não são imediatos, pois a maturação do colágeno pode demorar até 2 meses ou mais.